fbpx

Atividades da FFN Global

Regionalização

Embora o os casos de fratura por fragilidade irão aumentar em todo o mundo, esse fenômeno será desigual. A FFN global acredita que apenas ativistas em cada país serão capazes de catalisar todos os recursos necessários para proporcionar a estes pacientes o cuidado adequado. Isso depende de capacitação profissional e de políticas públicas para o desenvolvimento de programas e de serviços especializados para todas as fases do manejo dos pacientes com fratura por fragilidade.

As ações dessa rede multidisciplinar de ativistas em cada país (como é o caso da FFN Br) são:

  • ter uma única voz para que se possa persuadir os gestores de políticas públicas;
  • produzir manuais de recomendações que sejam consensuais, determinando padrões para o manejo adequado dos pacientes, usando a melhor evidência de pesquisa disponível e propondo meios para mensurar os resultados;
  • expandir programas de capacitação que possam construir uma força de trabalho multidisciplinar capaz de prover prática baseada em evidências em uma grande escala;

A rede nacional de profissionais ativistas é essencialmente multidisciplinar, assim como o cuidado oferecido a estes pacientes. Formado por:

  • Ortopedistas: absolutamente essenciais, uma vez que os ortopedistas estão na linha de frente do atendimento a maioria dos pacientes com fratura por fragilidade. Sem o envolvimento desses profissionais poucas mudanças serão realizadas;
  • Geriatras: necessidade de se reconhecer que os pacientes com fratura por fragilidade são na sua maioria idosos frágeis e que precisam de uma abordagem abrangente. Caso, geriatras não sejam disponíveis em número suficiente, se faz necessário capacitar médicos clínicos gerais;
  • Fisiatras que se envolvem no processo de reabilitação destes pacientes;
  • Endocrinologistas e reumatologistas que abordam o tratamento da osteoporose;
  • Enfermeiras, fisioterapeutas, nutricionistas que são essenciais para o tratamento adequado destes pacientes em todas as fases do cuidado, inclusive preparando a transição de cuidados e dando suporte a cuidadores familiares ou profissionais.
Menu